promotion image of download ymail app
Promoted

traduzione... aumenta la difficoltà!!!!?

chi può aiutarmi a tradurre questa canzone:

CAETANO VELOSO & CHICO BUARQUE ÁGUAS DE MARçO LYRICS

É pau, é pedra, é o fim do caminho

é um resto de toco, é um pouco sozinho

é um caco de vidro, é a vida, é o sol

é a noite, é a morte, é um laco, é o anzol

é peroba do campo, é o nó da madeira

cainga, candeia, é o Matita Pereira

É madeira de vento, tombo da ribanceira

é o mistério profundo

é o queira ou nao queira

é o vento ventando, é o fim da ladeira

é a viga, é o vao, festa da cumeeira

é a chuva chovendo, é conversa ribeira

das aguas de marco, é o fim da canseira

é o pé, é o chao, é a marcha estradeira

passarinho na mao, pedra de atiradeira

Uma ave no céu, uma ave no chao

é um regato, é uma fonte

é um pedaco de pao

é o fundo do poco, é o fim do caminho

no rosto o desgosto, é um pouco sozinho

É um estrepe, é um prego

é uma ponta, é um ponto

é um pingo pingando

é uma conta, é um conto

é um peixe, é um gesto

é uma prata brilhando

é a luz da manha, é o tijolo chegando

é a lenha, é o dia, é o fim da picada

é a garrafa de cana, o estilhaco na estrada

é o projeto da casa, é o corpo na cama

é o carro enguicado, é a lama, é a lama

é um passo, é uma ponte

é um sapo, é uma ra

é um resto de mato, na luz da manha

sao as aguas de marco fechando o verao

é a promessa de vida no teu coracao

É pau, é pedra, é o fim do caminho

é um resto de toco, é um pouco sozinho

é uma cobra, é um pau, é Joao, é José

é um espinho na mao, é um corte no pé

sao as aguas de marco fechando o verao

é a promessa de vida no teu coracao

É pau, é pedra, é o fim do caminho

é um resto de toco, é um pouco sozinho

é um passo, é uma ponte

é um sapo, é uma ra

é um belo horizonte, é uma febre terca

sao as aguas de marco fechando o verao

é a promessa de vida no teu coracao

É pau, é pedra, é o fim do caminho

é um resto de toco, é um pouco sozinho

É pau, é pedra, é o fim do caminho

é um resto de toco, é um pouco sozinho

Pau, pedra, fim do caminho

resto de toco, pouco sozinho

Pau, pedra, fim do caminho,

resto de toco, pouco sozinho.

Aggiornamento:

può piacere o no a me serve!

il tuo commento è gratuito, inutile e offensivo, era meglio se te lo tenevi per te!

grazie comunque, ho fatto bene a smettere di usare answers!

Aggiornamento 2:

grazie mille!!!!!

1 risposta

Classificazione
  • grey
    Lv 4
    1 decennio fa
    Risposta preferita

    eccolo:

    Águas de Março

    É pau, é pedra, é o fim do caminho,

    (è il bastone, il sasso, la fine del sentiero)

    É um resto de toco, é um pouco sozinho

    (è un resto di albero, è stare un po' da solo)

    É un caco de vidro, É a vida, è o sol

    (è un pezzo di vetro, è la vita, il sole)

    É a noite è a morte, è o laco è o anzol

    (è la notte, la morte, è il lazo, è un amo)

    É peroba do campo, é o nó da madeira,

    (è l'albero di campo, è il nodo nel legno)

    Caingá, candeia, é o Matita Pereira

    (Caingà(?), la lampada, è Matita pereira(?))

    É madeira de vento, tombo da ribanceira,

    (è il legno del vento, è il tonfo nel burrone)

    É o mistério profundo, é o queira ou não queira

    (è il mistero profondo, è il volere o non volere)

    É o vento ventando, é o fim da ladeira,

    (è il vento che soffia, è la fine della salita)

    É a viga, é o vão, festa da cumeeira

    (è la trave portante. il vano, la festa di inaugurazione)

    É a chuva chovendo, é conversa ribeira,

    (è la pioggia che cade, è la chiaccherata sul fiume)

    Das águas de março, é o fim da canseira

    (le piogge di marzo, è la fine della stanchezza)

    É o pé, é o chão, é a marcha estradeira,

    (è il piede, il pavimento, la marcia sostenuta)

    Passarinho na mão, pedra de atiradeira

    (il passerotto nella mano, lapietra della fionda)

    É uma ave no céu, é uma ave no chão,

    (è un uccello nel cielo, è un uccello sul pavimento)

    É um regato, é uma fonte, é um pedaço de pão

    (è un torrente, una fonte, un pezzo di pane)

    É o fundo do poço, é o fim do caminho,

    (è il fondo del pozzo, è la fine del cammino)

    No rosto o desgosto, é um pouco sozinho

    (nel volto la delusione, è stare un po' da solo)

    É um estrepe, é um prego, é uma ponta, é um ponto,

    (è un pezzo di legno, un chiodo, un ponte, un punto)

    É um pingo pingando, é uma conta, é um canto,

    (è la goccia che gocciola, è un conto, è un canto)

    É um peixe, é um gesto, é uma prata brilhando,

    (è un pesce, è un gesto, è l'argento che brilla)

    É a luz da manhã, é o tijolo chegando,

    (è la luce del mattino, i mattoni che arrivano)

    É a lenha, é o dia, é o fim da picada,

    (è la legna, il giorno, la fine del sentiero)

    É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada,

    (una bottiglia di grappa, un coccio nella strada)

    É o projeto da casa, é o corpo na cama,

    (è il progetto della casa, è il corpo nel letto)

    É o carro enguiçado, é a lama, é a lama,

    (è la macchina rotta, è il fango, è il fango)

    É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã,

    (è un passo, è un ponte, è un rospo, una rana)

    É um resto de mato, na luz da manhã,

    (è un resto di foresta, nella luce del mattino)

    São as águas de março fechando o verão,

    (sono le pioggie di marzo, che chiude l'estate)

    É a promessa de vida no teu coração,

    (è una promessa di vita nel tuo cuore)

    É uma cobra, é um pau, é João, é José,

    (è un serpente, è un bastone, è Joao, è Josè)

    É um espinho na mão, é um corte no pé,

    (è una spina nella mano, è un taglio nel piede)

    São as águas de março fechando o verão,

    (sono le pioggie di marzo che chiudono l'estate)

    É a promessa de vida no teu coração,

    (è una promessa di vita nel tuo cuore)

    É pau, é pedra, é o fim do caminho,

    (è il bastone, il sasso, la fine del sentiero)

    É um resto de toco, é um pouco sozinho

    (è un resto di albero, è stare un po' da solo)

    É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã,

    (è un passo, un ponte, un rospo, una rana)

    É um belo horizonte, é uma febre terçã,

    (è un bello orizzonte è una febbre terzana)

    São as águas de março fechando o verão,

    (sono le pioggie di marzo che chiudono l'estate)

    É a promessa de vida no teu coração

    (è una promessa di vita nel tuo cuore)

    • Commenter avatarAccedi per rispondere alle risposte
Altre domande? Fai una domanda e ottieni le risposte che cerchi.